quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Nine - emocionante!



Uma palavra simples descreve o que assisti esse final de semana: emocionante. Fui sábado até Campinas para assistir ao musical Nine, no Knoplex do Shopping Don Pedro e desde o final de semana estava procurando um jeito de começar um texto sobre o que vi e a palavra certa para resumir o longa.

A história é do diretor de cinema, Guido Contini (Daniel Day-Lewis), que chega à sua nona produção cinematográfica junto com uma crise profissional que o impede de criar o roteiro do próximo filme há menos de dez dias do início da gravação. O filme é o desenrolar desse desespero e da incapacidade de Contini de achar o enredo perfeito para falar sobre a Itália, que é o tema do filme.

Nine é uma adaptação de um musical homônimo da Broadway e do mesmo diretor de Chicago, Rob Marshal. Além do diretor e da garantia de uma bela produção, o elenco também é um prato cheio para os olhos de quem gosta de musicais. Nine reúne a cantora Fergie e as atrizes Penélope Cruz, Nicole Kidman, Kate Hudson, Judi Dench, Marion Cotillard e Sophia Loren. Cada uma com um número musical específico dá um show.

Cena de Be Italian, com Fergie


Para quem gosta de dança, o musical também não decepciona. A cantora Fergie, no papel de Saraghina canta e dança a música “Be Italian”. A coreografia me deixou literalmente de boca aberta e vidrado na telona. Além da voz grave interpretada pela Fergie, um grupo de dançarinas, todas de vermelho, em suas cadeiras de madeira fazem um número tão sincronizado que dá inveja a qualquer coreógrafo e dão asas à imaginação de quem gosta de criar arte com música e corpos. Num misto de tarantela italiana com dança cigana e movimentos que fazem lembrar o solo de balé de Esmeralda, o grupo dança em um dos estúdios da produtora italiana Cinecittá, onde se passa todos os números musicais que intercalam, complementam e dão harmonia à história de Contini. Todas as mulheres da cena dançam com pandeiros num cenário coberto de areia. É até difícil de descrever e a tela gigante do cinema aumenta em uma proporção muito grande a emoção desse musical.


Vídeo do Be Italian, com Fergie


Além dela, a música “Cinema Italiano”, interpretada por Kate Hudson, também mostra, mais uma vez, que Rob Marshal sabe o que faz quando está a frente de um filme musical. É também uma prova de que o filme traz estilos de música variados para a telona e não fica só naquelas músicas tristes e melosas que a sinopse do longa pode sugerir. Hudon, no papel de uma repórter da revista Vogue, faz o número mais animado de todo o filme em uma passarela com dançarinas em vestidos prata e o elenco masculino em ternos e óculos escuros.

Cinema Italiano, Kate Hudson


É um filme que já foi indicado a quatro óscars: melhor atriz coadjuvante para Penelope Cruz, melhor figurino, melhor diretor e melhor música para “Take It All”, na voz de Marion Cottilard.

Marion Cotillard, Take it all


Vale a pena conferir...

Folies Berege, Judi Dench


Penelope Cruz, A call from the vatican


E finalmente uma coreografia com a música cantada pela Fergie, Be Italian, dançada por outra cantora e dançarina Carmit Bechara (ex-Pussycat Dolls)

Um comentário:

Mr. Bruno Pacolla disse...

Você bem sabe que eu também adorei o filme. Confesso que eu estava acabado, mas mesmo assim, consegui ver grande parte do Nine. A coreografia do "Be Italian" é muito legal mesmo, porém gostei muito da que a Kate Hudson fez (pelo menos eu estava acordado nessa! ahuahu). Gostei e recomendo.