quinta-feira, 10 de julho de 2008

Irritações

Já viveu momentos de irritação? E quando elas ficam constantes e mínimos detalhes te irritam? Tudo bem, aí já é extremo, e quem me conhece sabe que vivo de extremos. Comigo é 8 ou 80. Te odeio ou gosto de você. Amar mesmo só uma pessoa, aí é 8000... huahauhua

Mas não foi por isso que resolvi escrever esse blog e sim pelas irritações. Tem gente que veio ao mundo simplemente para invejar e irritar. O dono deste blog, Yo, estou embarcando em mais um desafio na vida. Meu principal objetivo em Limeira como jornalista já conquistei, e graças a Deus estou me dando bem, pelo menos acho.

Além de jornalista gosto muito de dançar e é este o novo desafio. Criar, interpretar, expressar, se movimentar, o que é dança afinal? Sempre gostei muito. Me transformo no palco. É um momento único, quando as luzes da ribalta estão completamente voltadas para você. Cada gesto que faça ou deixe de fazer é notado. O olhar, o respirar, o andar, o voar... tudo parte de momentos únicos.

Agora vamos à provocação? Claro! Quem luta por um ideal conquista! Muito bem. Este mês fui convocado para dar aulas de dança na prefeitura. Prestei o concurso público 01/2007 junto com mais várias pessoas - acho que não chegou a 30, não recordo mais, mas não eram tantos concorrentes. A prova? Não foi difícil, português, matemática e conhecimentos específicos, claro, em dança. Estudar uns livros dos primeiros conhecimentos básicos e alguns livros e artigos do específico bastavam para uma boa pontuação. Passei em primeiro lugar, aguardei ansioso para a convocação e lá estou, registrado.

Claro, todo mundo enfrenta oposição. Tem gente achando o cúmulo eu ter passado e ter sido convocado e outra pessoa não. Me responda então: por que essa outra pessoa não estudou tanto quanto eu e passou no concurso. Não vou negar que estuda muito mais dança - na prãtica claro, por que textos duvido que leia - e a experiência é bem mais ampla. Isso não significa que eu não seja capaz. Eu estudei sim, me dediquei, mereço.

Só para constar, é uma delícia esse relacionamento com alunos. Pelo primeiro ano não vou brilhar no palco. Estarei na cochia, mas meu nome estará lá. Um desafio enorme para nem seis meses de aula, mas minha vontade e minha garra vão provar que é possível se fazer um trabalho com qualidade.

Outras irritações? Obrigações e exigencias que nada colaboram com o trabalho diário e má interpretação de leis.... enfim, o mundo não é perfeito, mas fazemos o que podemos.

Um comentário:

@no#rien disse...

Amore! Enquanto continuar lutando pelo que vc quer e fazendo com dedicação o seu trabalho, não tem com o que se preocupar. Inevitavelmente seu sucesso atrai mesmo a inveja de muita gente. Mas Deus é mais, e tem muito mais pessoas torcendo por vc, pelo seu bem.